A Garganta da Serpente
ajuda
 
 
  versão para impressãorecomende esta página
Jorge Humberto saiba mais sobre o autor

A maldade em pessoa
(Jorge Humberto)

Mas o pior de tudo, é quando certas pessoas, já
têm uma real propensão, para o mal.
Como sempre, conhecedoras, desta sua ignóbil,
maneira de ser, começam por ser simpáticas,
humildes, e, sempre prontas, a mostrar-nos, que
podemos contar com elas, para tudo, ajudando
a quem precisa, quando mais não fazem, do que,
pela retórica, irem preparando, subtilmente,
as suas futuras vitimas, aproveitando a credulidade,
das pessoas, que, em si, não guardam maldade alguma.

A diferença é como da noite para o dia, e, pouco
lhes importa, a quem dirijam sua indiferença,
assim, seu pedestal de barro, alcancem, seja lá
de que maneira, o consigam conquistar,
ignorando de vez o subtil, pelo engano descarado,
mostrando sem qualquer pudor, a verdadeira faceta.

Verdadeiros monstros, sem valores alguns, tão
pouco, alguma réstia, de humanidade, qual verme,
rastejando, por debaixo da terra, vão começando
por minar, a auto estima das pessoas, incutindo-lhes
a sua vontade esmagadora, que foge a qualquer
realidade, passível de compreensão, exigindo dos
outros, a aprovação, pelo medo e real apreensão,
de represálias, por parte de gente totalmente doente.

Para eles, uma pessoa, não passa de um instrumento,
a ser usado, a qualquer instante, para suas loucuras ou
fetiches repugnantes. Onde, em primeira instância,
sempre está o sexo em grupo, tentando, dessa forma,
esquecerem-se, de que, nesse aspecto, não passam, de
indivíduos reprimidos, ou, como eu sempre digo,
simples masturbador passivo.

Mas, escutem! Leiam sempre, nas entrelinhas, das frases!
e atentem, na entoação, de cada palavra, dita ou escrita.
Que bem fácil é descobrir, uma pessoa má… garanto-vos.

(15/05/09)

xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx
780 visitas desde 5/08/2009

   
 

Reconheça-se o trabalho da mulher em casa

A solidão

Divagando na falta de inspiração

Jovens universitários… que futuro

Desastre ecológico

Encontro com a felicidade

Acerca do egoísmo

Humildade

Possessão

Sobre os falsos profetas

Mania de espertezas

Holocausto

Geração perdida

Diz não à droga e à mentira

Cântico Triunfal

Autodeterminação

A maldade em pessoa

Do símio ao homem

A formiga e a palavra

Um dia no jardim

O passado ficou lá atrás

Coisas de um mundo perdido


 

Copyright © 1999-2013 A Garganta da Serpente
Direitos reservados aos autores  •  Termos e condições  •  Fale Conosco www.gargantadaserpente.com