A Garganta da Serpente
ajuda
 
 
  versão para impressãorecomende esta página
Jorge Humberto saiba mais sobre o autor

A formiga e a palavra
(Jorge Humberto)

Palavras são como formigas.
É através da sistemática e repetida,
construção, de seus ninhos,
de território em território, que
as formigas vão adquirindo,
conhecimento, através de uma
memória comum, fazendo-as evoluir,
para o seu bem-estar e o da colónia,
de cada vez mais renovada.

Muitas vezes violentados, os ninhos,
socorrem-se de sua bravura,
levando-as a nunca desistir, de
propagar, entre, umas e outras,
o que aprenderam, com o tempo,
transmitindo-lhes a sabedoria,
que não pactua, com o desleixo,
e faz sobressair a compreensão e
a perfeição, tal qual a palavra dita.

Pedaço a pedaço, movendo a terra,
elegem a comunicação, como
forma de equilíbrio e de um esforço,
conquistado pela perseverança,
numa insistência, levada até aos limites,
que faz destes pequenos seres,
formas de vida inteligentes, trabalhando
dia e noite, para alcançarem, através da
informação, as recuperadas casas.

Quando a palavra é feita de verdade,
e, sai à rua, escolas e postos de
trabalho, sendo flexível, para aceitar
algumas divergências, nunca fugindo,
de seu estatuto predominante,
fazendo-a lutar, pelo que considera
ser, o mais ideal, no exacto momento,
onde espalha a sua imensa ciência,
é tal qual as formigas… nunca dorme.

(24/01/09)

xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx
873 visitas desde 31/03/2009

   
 

Reconheça-se o trabalho da mulher em casa

A solidão

Divagando na falta de inspiração

Jovens universitários… que futuro

Desastre ecológico

Encontro com a felicidade

Acerca do egoísmo

Humildade

Possessão

Sobre os falsos profetas

Mania de espertezas

Holocausto

Geração perdida

Diz não à droga e à mentira

Cântico Triunfal

Autodeterminação

A maldade em pessoa

Do símio ao homem

A formiga e a palavra

Um dia no jardim

O passado ficou lá atrás

Coisas de um mundo perdido


 

Copyright © 1999-2013 A Garganta da Serpente
Direitos reservados aos autores  •  Termos e condições  •  Fale Conosco www.gargantadaserpente.com