A Garganta da Serpente

Lu Freire Sanches

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

A Sobrevivente

Sobreviver.......Sobrevivi...
As perdas...
As mortes... A minha quase morte...
As Dores Física
As Dores da Alma.

Sobrevivi amores não correspondidos
Aos dissabores, A calúnia,
A Falsidade,As Mágoas... A Raiva...
As Agressões do Cotidiano.

Por muitas vezes perdi-me em incertezas...
Sofrimentos, Agonia,veio o vazio ....

Mas hoje,por uns momentos
Encontro-me num campo aberto...
E sobre mim o infinito....
Esse céu azul, puro
Abro meus braços, e rodopio
Danço, Flutuo....
E chega a chuva, fininha misturada com aquele azul do céu
Molha meu rosto....Eu sorriu
Fecho meus olhos....
Encontro-me com os Anjos

Estou em total Êxtase da Paz!


(Lu Freire Sanches)


voltar última atualização: 06/07/2007
11499 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente