A Garganta da Serpente

Lu Freire Sanches

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

O Rosto

Encontro-me,diante de um Espelho...
E olho esse rosto...
Ele é tão desfigurado...
Como posso suporta???

Tanto tempo com essa "Máscara da Dor".
Ah!!! sempre te carreguei,.....
E sentia tanto desconforto,perante os olhares...
Alheios,dos Incrédulos, dos Maldosos.

Essa "Máscara" em meu rosto!!!
Revolto-me! Por vezes...
Por ela estar tão Aderente, em minha Face

Rosto de Anjo....
Rosto de Fada.
É a sua outra Face.
Um Anjo belo!

Mas por um grande descuido...
Me transformei, nessa "Máscara".
Um Rosto disforme...
Sem beleza....Porém. ainda tenho Luz!!

Porque através de toda,"Máscara"
Existe um olhar,e ele é sempre Belo de Luz!
Ele traduz....Paz! Mistério!
Para você.....A Pureza da minha Alma Bela!
Esqueça a Máscara........Olhe nos meus Olhos!


(Lu Freire Sanches)


voltar última atualização: 06/07/2007
11497 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente