A Garganta da Serpente

Gabriella Slovick

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Apocalipse

(não é o fim)
Soam as trombetas!
É o anúncio do início.
É o grito da mãe-terra;
é o princípio da revolta.
Treme a terra e o fundo do mar.
Agitam-se as águas,
sobem os rios,
todos vêm celebrar a hora chegada.
A hora de retomar a parte da Terra roubada
e restabelecer a ordem da vida
que separou a terra do mar.


(Gabriella Slovick)


voltar última atualização: 10/05/2017
9865 visitas desde 23/05/2006

Poemas desta autora:

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente