A Garganta da Serpente

Darlan de Matos Cunha

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

O SONO

Adormeces
como um
peixe, e eu, como uma
libélula,
despertar-te venho.


(Darlan de Matos Cunha)


voltar última atualização: 10/12/2008
14469 visitas desde 01/07/2005

Poemas deste autor:

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente