A Garganta da Serpente
(15.07.08 / 14.08.08)

Cacolândia - Kenzo Sasaoka

e-mailwebsite

Cacolândia

O crack sobre os cacos, de outrora ascenção.
Em meio à poeira, levanta a fumaça que agora ruínas não encobrem mais.
Surge a euforia, abstinência, estrondo.
Gritos que não mais ecoam...
As paredes caíram, os vidros quebraram, as portas foram abaixo.
Delírio, viagem, memória... aqui as máquinas não passam mais.

(Kenzo Sasaoka)

Todos os direitos autorais
são reservados aos autores
das obras expostas.

voltar ao acervo
2389
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente