A Garganta da Serpente

La Fontaine

Jean de La Fontaine
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Os dois amigos e o urso

(La Fontaine)

Um urso acometeu dois passageiros:
Um deles, que os pés tinha mais ligeiros,
Pôs-se em cima duma árvore escondido:
Vendo, o outro, que tinha mau partido,
Estendendo-se em terra nem bulia
Nem respirava: morto se fazia.
Cheirando-o por orelhas e por cara,
O deixa intacto a fera, e se separa.
Dizem que, se encontrou uma pessoa
Que julga estar já morta, lhe perdoa.

O da árvore, já livre do perigo,
Vindo com ar de riso ao seu amigo,
Lhe disse:
"Que segredo era o que o horrendo
Urso te estava agora aqui dizendo?
"
"- Disse-me, responde ele, que em jornadas
Não leve semelhantes camaradas
."

(fonte: "Fábulas de La Fontaine". Tradução: Couto Guerreiro
Rio de Janeiro: Editora Brasil-América - EBAL - SA, 1985)

7443 visitas desde 10/02/2006
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente