A Garganta da Serpente
Artigos Envenenados textos sobre literatura
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

A propalada "Literatura Feminina"...

(Jorge Humberto)

Concordo, em absoluto, com o ponto de vista das Escritoras.

É ridículo a atribuição de um género literário, masculino ou feminino (quanto muito, pode-se dizer que, este ou aquele lado, é mais propenso a... na forma como interpreta, o que vai escrever, mas isso tem tudo muito mais a haver com "costumes", enraizados e subentendidos, por um "Sistema", que já de si é anacrónico, do que, dever-se ao sexo, o que irá determinar, o que se escreve, ou o como escrever, que seja identificativo, de qualquer coisa e, partindo daí, apurar-se as suas qualidades - ou não), quando do que aqui se fala, é de pessoas, que são Escritores, mas perfeitamente alheados, de um qualquer poder decisório, quanto aos genes, a transportar consigo, para o resto de seus dias.

A existir "preferências" ou "estilos", o que comporta - e passa adiante -, são as individualidades, de, a cada um, poder dizer, dessa sua individualidade. Do mais, como o que separa, já ficou referido, no inicio de minha "prosa". O porquê... é sintomático e bastante conveniente.

(12/07/2004)

Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente