A Garganta da Serpente
ajuda
 
 
  versão para impressãorecomende esta página
Jorge Humberto
saiba mais sobre o autor

A propalada "Literatura Feminina"...
(Jorge Humberto)

Concordo, em absoluto, com o ponto de vista das Escritoras.

É ridículo a atribuição de um género literário, masculino ou feminino (quanto muito, pode-se dizer que, este ou aquele lado, é mais propenso a... na forma como interpreta, o que vai escrever, mas isso tem tudo muito mais a haver com "costumes", enraizados e subentendidos, por um "Sistema", que já de si é anacrónico, do que, dever-se ao sexo, o que irá determinar, o que se escreve, ou o como escrever, que seja identificativo, de qualquer coisa e, partindo daí, apurar-se as suas qualidades - ou não), quando do que aqui se fala, é de pessoas, que são Escritores, mas perfeitamente alheados, de um qualquer poder decisório, quanto aos genes, a transportar consigo, para o resto de seus dias.

A existir "preferências" ou "estilos", o que comporta - e passa adiante -, são as individualidades, de, a cada um, poder dizer, dessa sua individualidade. Do mais, como o que separa, já ficou referido, no inicio de minha "prosa". O porquê... é sintomático e bastante conveniente.

(12/07/2004)

1961 visitas desde 8/03/2006

xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx

   
 
» Todos os artigos

» Listar autores


Copyright © 1999-2017 A Garganta da Serpente
Direitos reservados aos autores  •  Termos e condições  •  Fale Conosco www.gargantadaserpente.com