A Garganta da Serpente
ajuda
 
 
  versão para impressãorecomende esta página
Cláudia Banegas
saiba mais sobre o autor

Você sabe o que é um indriso?
(Cláudia Banegas)

Como todos sabem, um soneto é composto de duas estrofes de quatro linhas e duas de três linhas. Entretanto, as possibilidades construtivas que ele oferece não terminam nele mesmo, portanto dele se originou o Indriso, que nada mais é do que um poema que é composto de dois tercetos e duas estrofes de verso único. Os quartetos do soneto passam a ser tercetos no indriso e os tercetos passam a ser estrofes de verso único no segundo. Exemplo gráfico:

Xxxxxxxxxxx
Xxxxxxxxxxx
Xxxxxxxxxxx

Xxxxxxxxxxx
Xxxxxxxxxxx
Xxxxxxxxxxx

Xxxxxxxxxxx

Xxxxxxxxxxx

O primeiro foi desenvolvido em 2001, em Madrid, por Isidro Iturat, espanhol, nascido em Villanueva e la Geltrú, em 1973. Além de escritor, ele também é professor de literatura espanhola. Reside em São Paulo, Brasil, desde o ano de 2005. Estamos então, diante de um padrão novo, dotado de uma musicalidade característica. Ao longo do processo de desenvolvimento dos indrisos, Isidro pediu a opinião de diversos experts literários, que deram diversas opiniões. Vocês podem conhecê-las visitando o site: http://www.indrisos.com


xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx xxx

   
 
» Todos os artigos

» Listar autores


Copyright © 1999-2017 A Garganta da Serpente
Direitos reservados aos autores  •  Termos e condições  •  Fale Conosco www.gargantadaserpente.com