A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

barrancos urbanos

Daqui do meio da periferia
reecostado num barranco urbano..
Captando o brilho das suas cores e luzes...
A loucura entrando dentro de mim...
Na boca um gosto de erva do campo....
secando meu pranto de paixão....
Meu peito ja não cabe mais sofrer...
Teus olhos só me fazem ver, que através de você....
Brilha um quarto de lua
minguando meu amor.
Amor por vc Paulistas e Consolações, Ipirangas e Aclimações



jose eduardo

(sampa - zona leste)
postado em 05/4/04
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com