A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

São Paulo, cidade cinza

Minha cidade é cinza,
Antes de tudo cinza.
Cinza dos prédios e edifícios,
Cinza do asfalto e dos dias nublados.

Mas se pode dizer que esta gigante cidade,
Esta megalópole - país em um país,
em mim é cidadezinha.

Cinza cidadezinha maluca.
Cidade coloridamente cinza por ser multipla.
Multipla é São Paulo em tudo e todos.

São Paulo também é como pesadelo;
Pesadelo que tem de haver,
Contrapontondo o sonho que um dia fora.
São Paulo cinza, cinza São Paulo..
O Brasil ainda não acostumaste a ti?

São Paulo que assusta e devora sem piedade,
Os que estão aqui;
São Paulo que abriga como mãe...
O cinza de minha melancolia, mora em São Paulo.



Lucas Araújo

(Paulistano do Butantã)
postado em 19/1/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com