A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

TRIBUTOS


Pode o sol romper a noite
A noite violar o dia
Pode o mar talhar seu chão
No sertão diluviar
Pode enternecer-se a rocha
Solidificar-se a água
Florestar-se o deserto
Pode desertar-se a flora
Pode quebrar-se a ampulheta
E o tempo ensandecer
Pode a eternidade
Reduzir-se a um segundo
Pode tornar-se o mundo
Menor que um grão de areia
Ainda assim por toda vida
Rasgaria o meu grito:
“EU TE AMO” querida
Muito além do infinito...



Gilsanjes

postado em 05/4/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com