A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

POEMÀCIDADE

há qualquer coisa
de imã
em tuas paredes e muros
em tuas asas de gris
pétalas da rosa dos ventos
ou arqueiros do sol tímido
nem as violências sobre os pneumáticos tampouco os motivos banais
ultrabanalizados
conseguem extinguir teus encantos
vertiginosos
inexplicáveis



luis carlos de oliveira barbosa

(de fortaleza para são paulo)
postado em 11/6/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com