A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

´´CARTA AO SUL´´

Quando a primeira metafora de manha se começa,se entende o que é amor....pois amor que fica e numca passa e fiel...é de deus....

As vezes me perco perante tanta saudade,tanta gente boa que se foi de verdade....

A meu deus,meu tao bom deus sei que sou fraco quando penso que perdi as esperanças,nao tendo mas confiança...

Tu sabe que sempre debato com vc um pouco da minha vida,perante teus olhos nao existem mascaras...

Como é bom ter aquele olhar que renova,que traz vida antes escondida um pouco vazia,mas agorra preenchida com olhos que curam....

Talvez nao seja nesta vida ou neste tempo,mas um dia todos terao á tal paz revivida,diante de ti erguida....


Sobre amores meu pai....áááá como sao as vezes doloridos...Como sao fracos quando se tem que lutar...Como é arduo acordar sem aquela boca para beijar....


Se estende em mim um amor puro e sincero,calmo e é o que eu espero,com dor ou dolor cultive sempre o dommmm do amor.


Ame mesmo sem retribuiçao,consiga ir alem da escuridao.

Olhe a frente,nao atras...

Se lhe pedirem agua deeeee...Pois a mesma sede que falta a alguem um dia pode se voltar a vc..Nao seja aparençia seja consiençia....


Respire sempre que puder,colha as flores que quiser....

Pois um dia meu jardim antes morto,veio a florir...veio a se redimir.Nao use somente adubo,use amor,calor....

Tenha sempre a cabeça aberta para saber entender cada passo da tua vida,esteja preparado a perder tudo o que vc ama..tudo...

Pois perder numca foi morrer...
Mas sim e eternamente viver...

by fredy.



FREDERICO OZANAM DE OLIVEIRA CASTRO

(RESIDO EM BELO HORIZONTE..NATURAL DE JOAO PINHEIRO MG)
postado em 27/4/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com