A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

A PAIXÃO

Toda a substância do cosmo da discórdia
Segredo da escuridão, por interesses, formado
Caos de duas almas cegas e comprometidas,
Por vínculo de um par de sentimentos corroídos.

Ilusórios seres tomados pela morbidez
Que ataca os princípios da referência pessoal
Mútua degradação do respeito atinente
Ao pacto utópico da perfeita e eterna união.

Em esquisita simbiose de desejos sexuais
Movimentos efêmeros do egoísmo carnal
Que decorre da essência instintiva do acaso
Pairando acima das expectativas finais.

Da existência de referida sociedade, a decepção
Metafísica das engrenagens do sofrimento
Em consonância com o desespero aterrador
Que leva dois ao abismo deprimente da solidão.



Francisco Vicente da Silva

(Cotia - SP.)
postado em 14/4/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com