A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Tão só o mar


Sou Maria.
Me amaria o mar se ondulasse meus langores.
Me amaria o mar se espelhasse devaneios.
Me amaria o mar se afogasse meus amores.
Me amaria o mar se afundasse meus anseios.
Mas ele é tão só o mar.
E eu sou tão só
Maria.




Golbery Chaplin, FRC

(Paulista, vive em Rio Grande)
postado em 28/2/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com