A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Sou Maria


Ser Maria e ser mulher.
Ser capaz de lutar ,batalhar na vida.
Sou Maria ,na vida na luta .
Sou Maria ,no tanque de roupa na pia .
Sou Maria ,subindo a ladeira lata d’água na cabeça .
Sou Maria ,antes que a barriga cresça .
E meu pecado apareça ,sou Maria .
Cheia de graça, fazendo pirraça.
tomando manguaça ,
Na beira do fogo sobrando a fumaça.
Sou Maria, catando lata.
Sou Maria, sentada num banco da mesma praça,
onde um dia eu fiz graça.
Sou Maria cantando batendo lata .

Sou Maria, onde na mesma praça me cata, me mata .
Na mesma praça que catei lata , que um dia fiz graça
tomei manguaça ,mataram me de pirraça.
Simplesmente por eu ser...Maria.


Mesmo não sendo Maria sou mulher.



glorinhasm

(mineira que vive em São paulo desde 1963)
postado em 22/10/06
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com