A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Eis São Paulo

Linda como o mar
Que desce sem olhar,
Suave como o luar
Que acaricia o nosso andar,
Delicada como o verbo amar
Que nós faz delirar.
Seduzindo até o frio nórdico
Que desce sem avisar,
Pela corrente do mar.
Iluminando sem parar,
O calor da população
Que ajuda à despertar.
Eis, a cidade de São Paulo,
Que transborda de alegria
Muita música e fantasia
Mesmo no final do dia.



Maria Hortense Martins Nunes

(Portuguesa de Lagos-Algarve-Portugal)
postado em 27/11/04
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com