A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

S. Paulo: quatro, cinco, zero.

São Paulo é divindade;
São Paulo é santo;
também:
Cidade rimando com grandiosidade,
tão Metrópole que gera espanto.

Todos os sotaques estão aqui,
do Norte ao Sul desse Pais,
São Paulo das metamorfoses,
Nação dos nossos "BRASIS".

A mais cosmopolita...
Na sofisticação dos amores e somas,
é a Babel compreensiva dos idiomas.
São Paulo em cores:
azuis, brancas, verdes, amarelas...
de concretos, vidros, aços e plasticos,
femeninos universos digitalizando-se nas telas,
vidas imperfeitas ou futuros fantásticos.
Peculiar por Macunaímas,
Bienal de surpresas,
sentimentos em obras-primas.

Garoas umedecendo,
espigões efervescendo,
vanguardas sendo desvendadas,
sensibilidade nos semáforos,
corre-corre nas calçadas.

3º Mundo...
450 anos de adversidades...
Um Tietê poluido de prantos...
Mas juntando o sonho ao orgulho,
adquirimos 100% de fiéis encantos.




Emanuel da Silva Souza

(Paraense de Belém homenageando S. Paulo.)
postado em 02/6/04
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com