A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

A.B.C.D.$.P

(Poema de 1980)


Sons fios metais pilha concretom
Dígitos códigos códices válvulas
Átomos yons quarks mésons
Baianos imigrantes miscigenados
$P$P$P$P$P$P$P$P$P$P$P$P$P$P...
Quimeras empre$as dólares mercado$
IBV Plazas Delfins-Precartórios
Valores grana trombadinhas
$erpentes brancas negras amarelas
Largos rádios bancos ruas Trabalho
Medo fome frio desemprego
Terror Carandiru - Diadema
Mendigos Garoam Adoniram-bar
Bol$a$ Bienais teatros Favelas
Futurismodaids prazer Futebol
Pagu-Oswald-Mário Madame Satã
Macunaíma 22 - Jeca Tatuapé
Lepidoida SP - Paulistântala
Pulmão de pindoramArte
Italian Copamartinelli - Nordestern
Café automóvel operário Japan
Rock blues punk baião forró
André-Bernardo-Caetano
Bixiga Brás Ré.públika Pau-lista
Lularns Lobato Ipiranga Sé São João
Paulistântrica Paulisamba
MetroPaulicéia
$P$P$P$P$P$$P$P$P$P$P$P$P$P$...$O$.



Gustavo Dourado

(Baiano que mora em Brasília)
postado em 02/12/03
Copyright © 1999-2017 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com